Política de cookies

Usamos os cookies (proprietários e de terceiros) para ajudar você a navegar nossos website e colher informações relacionadas ao uso do próprio website. Ao acessar nossas páginas, você concorda com o uso dos cookies. Para mais informações sobre cookies, ou se não concorda com isso, consulte nossa Política de Cookies.

bauducco

Italiano transforma barco em cinema na Amazônia

Faltam exatos 15 dias para o barco “Gaia” zarpar rumo ao Rio Arapiuns, no Pará. A bordo dele, vão o jornalista italiano Oliviero Pluviano e uma cópia do filme “FitzCarraldo”, o qual será exibido para comunidades ribeirinhas no projeto “Cinema na Amazônia”. Durante os dias 17 e 31 de julho, o “Gaia”, barco-gaiola típico da Amazônia, passará por Vila Anã, Lagoa da Praia, Arimum, São Miguel, Tucumá, Atodí, Aminá, São Francisco, Curí, Cachoeira do Aruã, e pelos rios Tapajós e Amazonas. Ao todo, 45 comunidades ribeirinhas poderão prestigiar a exibição do filme “FitzCarraldo”, do diretor Werner Herzog e que fala sobre um personagem cujo sonho era construir uma casa de ópera na remota cidade de Iquitos, no alto Amazonas.

“Transformamos o ‘Gaia’ em um barco-cinema capaz de levar a sétima arte a dezenas de comunidades ribeirinhas no coração da Amazônia. O filme de Hergoz é a nossa inspiração para o projeto”, disse Pluviano, jornalista italiano que vive no Brasil há mais de duas décadas e que, desde 2011, realiza projeções cinematográficas na região.

Além do filme, o “Gaia” entregará 15 impressoras para as comunidades ribeirinhas e panetones de 4kg, já que o projeto “Cinema na Amazônia” é patrocinado pela Bauducco. “Quis levar cinema para aquelas comunidades que não têm energia elétrica e para pessoas que nunca foram ao cinema”, contou Oliviero. O jornalista realiza periodicamente expedições para a Amazônia.

Em 2014, ele levou esteve com o “Gaia” em Manaus, com a seleção italiana de futebol, que disputou um jogo da Copa do Mundo na capital. O projeto “Cinema na Amazônia” conta com o apoio do Ministério da Cultura e pode ser acessado pelo site www.fitzcarraldo.com.br.(ANSA).